Política

Eduardo Cunha foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha foi condenado nesta quinta-feira (30/03) a 15 anos e quatro meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. A pena terá que ser cumprida em regime fechado.

A sentença foi dada pelo juiz Sérgio Moro, em ação penal sobre propinas na compra do campo petrolífero de Benin, na África, pela Petrobras, em 2011.

“A responsabilidade de um parlamentar federal é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes. Não pode haver ofensa mais grave do que a daquele que trai o mandato parlamentar e a sagrada confiança que o povo nele depositou para obter ganho próprio”, afirmou o Juiz na sentença.

Moro diz que mesmo preso Cunha  tentava interferir nas investigações, e esse comportamento “apenas revela que sequer a prisão preventiva foi suficiente para fazê-lo abandonar o modus operandi, de extorsão, ameaça e chantagem”.

Eduardo Cunha foi preso em 19 de outubro, em Brasília. Ele está detido desde então na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

Segundo a denúncia, Cunha recebeu propina de 1,3 milhão de francos suíços, mais de 4 milhões de reais no câmbio atual. Estima-se que o contrato para exploração de petróleo em Benin tenha resultado num prejuízo de mais 70 milhões de reais à estatal.

De acordo com a opinião do autor; “Podemos considera a sentença uma grande vitória do povo brasileiro. Pois nos traz a esperança de ver Políticos corruptos presos e pagando por toda irresponsabilidade e traição. Este povo que confiou e o colocou a frente do pais para tomar decisões e nos representar.

Que as prisões continuem e que sirvam de exemplo para a nova geração e para os futuros políticos, já que os velhos nomes estão bem comprometidos. Se continuar procurando vai faltar cela nos presídios pra abrigar tantos políticos que estavam acostumados com a impunidade. Que falte celas, que sejam construídos novos presídios, mas que a limpeza seja feita, o povo brasileiro não merece tanta roubalheira” 

Comentários
Subir